Capas de livros

Estes dois livros aí entraram para minha biblioteca por uma série de motivos. O primeiro deles foi a atração imediata que tive pelas capas, ambas com desenhos que passam uma ideia do feito à mão, um com aquarela e o outro com xilogravura. A segunda fase da sedução foi o título, no "O Leitor do trem das 6h27" duas coisa me chamaram a atenção, leitor e trem. Eu sempre adorei ler no trem quando morava na França, então achei que este leitor poderia ter dado uma boa história para o livro. Eu estava certa, gostei muito porque me levou de volta aos tempos que morei na França através de uma história sobre livros, leitura, trens, chouquettes, subempregos, etc.

No segundo livro, depois da capa, a sedução foi pela história sobre as vicissitudes da velhice usada para fazer uma crítica irônica à vários aspectos da vida no México. Assim que eu terminar a leitura volto aqui pra contar.

capas-livros