Pinhão na França

Desta vez meus pinhões foram para uma amiga francesa. Usei o tecido serigrafado para fazer uma cestinha. Emma se preocupa com os problemas ligados à natureza, fala muito da Amazônia mas desconhece outros ecossistemas brasileiros que também estão em perigo, então eu achei que ela seria perfeita para esta minha primeira, talvez utópica, talvez ingênua missão de despertar a atenção de todos sobre o eminente desaparecimento deste nosso patrimônio que é a Araucária angustifolia e por consequência todo um ecossistema chamado floresta ombrófila mista.

Cestinha com a etiquetinha.

cachepo-serigrafia-pinhao1

 

Cartãozinho de aniversário com pinhões serigrafados.

 

Despachando para a França.

sedex-cachepo-serigrafia-pinhao

 

Chegando um pouquinho amassado na França.

Usei o papel serigrafado MON Araucária para encapar a caixinha.

Foto – Emmanuelle

sedex-cachepo-serigrafia-pinhao1

 

Conhecendo um pouquinho a Emma eu sabia que ela iria escolher usar a cestinha como cachepo.

Foto – Emmanuelle

cachepo-serigrafia-pinhao

Grimpa bordado

Como ficaria o Grimpa transformado em bordado? Adoro os quadrinhos feitos de bastidores e decidi transformar meu mascote em bordado. Usei o ponto haste para os contornos e nos detalhes das orelhas, dos braços e das pernas usei a imaginação, como se estivesse desenhando. Adorei a experiência! O bordado é muito próximo do desenho só que em vez de lápis a gente usa agulha e fio. Desenhei o Grimpa no tecido e carimbei o coração dele com pinhões. Tive que fazer um carimbo de borracha menor do que o carimbo que uso normalmente nos meus projetos.

grimpa-amo-pinhao-carimbo

Depois foi a vez de bordar.

grimpa-amo-pinhao-bordado

Como resolver o acabamento do fundo? Desta vez eu precisava de um fundo que escondesse meus acabamentos, mal acabados de marinheira de primeira viagem, e não podia fazer o que fiz no bastidor pinhão índio. Conversei com a minha mãe e ela deu a ideia de fazer um fundo de crochê. Por enquanto eu ainda não me aventuro neste mundo, então foi ela que fez esta parte e eu me encarreguei de costurar o fundo no bastidor. Nossas colaborações são sempre ótimas!

grimpa-fundo-crochet

grimpa-amo-pinhao-bordado-frente

grimpa-amo-pinhao-bordado-tras

Espero que o Grimpa e vocês tenham gostado do retrato bordado mas tem uma coisinha que está me incomodando : Como vou pendurar este quadrinho e esconder este lindo crochê? Que tal uma semana de cada lado? rs

 

Serigrafia em tecido parte III

Desta vez imprimi um pedaço de 1m x 2,5m de tecido com o pinhão que tinha feito para a ilustração abaixo. ilovecwb-sketch

Fiz uma composição como se eles tivessem espalhados pelo chão e para dar mais movimento fiz os pinhões em tamanhos diferentes.

modulo-pinhão-serigrafia

Tecido serigrafado com muitos erros mas sem errar a gente não aprende.

A primeira produção com o tecido foi uma cestinha cachepô que é uma das coisas que já consigo costurar sozinha.

cachepo-pinhao-serigrafia

Como eu adoro detalhes que se escondem para surpreender somente num segundo tempo, coloquei um fundo listrado na parte interna do cachepô.

cachepo-pinhao-serigrafia1

Serigrafia em tecido parte II

Depois da camiseta resolvi serigrafar o pinhão índio em tecidos para ir aos poucos inventando algumas coisas com eles. Processo serigráfico.

pinhão-indio-tecido

Com um dos tecidos resolvi fazer um quadrinho com bastidor para dar as boas vindas a uma menininha que está chegando neste nosso mundo. É minha pequeníssima contribuição para tentar despertar nela o amor necessário à preservação da Araucária.

pinhao-indio-bastidor-frente

 

pinhao-indio-bastidor-tras

Dia de São João e da Araucária

Hoje é um dia especial pois comemora-se duas coisas que eu adoro, festa de São João e a Araucária. Para comemorar este dia aí está Grimpa o bichinho que tem o pinhão no coração e adora festa junina.

Uma pequena brisa de Volpi.

Grimpa festa junina1

 

Nascimento do Grimpa

Aqui vou contar a história do nascimento do Grimpa, o primeiro bichinho de pano criado e costurado por mim. Para os que não sabem, grimpa é como chamamos aqui no Sul um galho seco de Araucária. Ela é usada para sapecar o pinhão na hora e no lugar onde a pinha cai. Acho fascinante a natureza, a própria árvore te fornece o meio para consumir seu fruto. Como não ser apaixonada pela Araucária? Os que me acompanham aqui já sabem desta minha paixão e foi dela que surgiu a ideia deste bichinho que é, logicamente, apaixonado por pinhão. Então se falamos em paixão, o tema para o carimbo foi obviamente o coração, o mesmo usado aqui. Carimbo, costura e bordado (boca, feita com ponto haste) foram utilizados para dar vida ao Grimpa e tudo isto foi feito em muito boa companhia, a da minha mãe. Comecei a aprender costura com ela depois deste MOOC e considero estes momentos que passamos juntas uns dos melhores do processo de criação.

 

Grimpa e eu temos muito em comum, gostamos de Araucárias, pinhões, desenhos, festa junina, etc , somos movidos a bateria solar e ambos nascemos no dia 17, ele de junho eu de setembro. Acho que nossa amizade vai ser duradoura.

grimpa

Grimpa curtindo um friozinho curitibano.

grimpa_inverno1

Pinhão na Dinamarca

Esta foi a primeira viagem do meu pinhão. Ele foi para a Dinamarca para acalentar o coração de uma amiga curitibana que há anos mora em Copenhague. Como eu falo aqui, ele faz parte da memória afetiva de quem é do sul do Brasil e poder tê-lo por perto na hora que a saudade aperta ajuda a acalmar o coração.

Foto – Adriana

pinhao-dinamarca

Primeira coleção de tecidos

Decidi fazer uma mini coleção de tecidos feitos à mão partindo do tema navy que fiz na aula de design de superfície. Foi a partir deste primeiro rapport, de uma jangada, que a mini coleção partiu.

Rapport navy

 

Produzindo a coleção com pintura e carimbo.

 

A mini coleção.

 

Que tal uma clutch com estes tecidos? Pedi pra minha amiga Adriana, que adora patchwork, fazer uma. Adorei o resultado! Como o tecido dos peixinhos não foi suficiente para fazer o forro, ela usou sua imaginação e bom gosto para achar uma solução que deu um toque único à bolsa. Quando há escassez há criatividade.

estampa-manual-navy-clutch

estampa-manual-navy-clutch-1

estampa-manual-navy-clutch-2

Pinhão no coração

Aplicação de um dos meus estudos, feitos aqui. Carimbo sobre tecido e papel.

SacolECO e porta garrafa pinhão no <3

Aplicação da estampa na caixa de presente.

Xilogravura em tecido

Depois de fazer impressões em vários tipos de papel resolvi imprimir em tecido. A primeira xilo que fiz impressa em tecido foi a do escambo.

escambo-xilo
escambo-xilo

Imprimi e costurei uma sacolECO, um avental e uma almofada.

 

A segunda impressão em tecido foi uma das xilos que fiz do Monte Fuji e das Araucárias. Fiz uma sacolECO de presente para minha amiga japonesa. Na última foto a caixa que preparei para enviar o presente para o Japão.

Segundo tecido de pinhão

O primeiro tecido que mandei fazer com o meu pinhão  não ficou como eu imaginava então mudei algumas coisas no arquivo e comecei a fazer o rapport no Photoshop. No começo eu ia fazer a mesma estampa do primeiro tecido mas no processo de montagem eu acabei achando interessante uma sobreposição que fiz e uma outra estampa foi criada. Este foi o rapport pinhas feito no Photoshop. Para copiar o pinhão ao redor de um círculo eu segui este tutorial Illustrator no Metapix.

modulo-pinhao-1

Como para o primeiro tecido, também mandei fazer este no site Panólatras. Desta vez a linha branca apareceu direitinho mas a cor de fundo não ficou exatamente como eu queria. Era para ter ficado bege e ficou meio amarelada. Falta a gente poder controlar direitinho a cor na hora da impressão, da próxima vez vou ver com eles como fazer para que a impressão seja o mais próximo possível da que está no arquivo.

tecido-pinhao-2

 

A primeira coisa que eu queria fazer com este tecido era um urso porque vi este de uma marca japonesa, a Seisuke88, pela qual me apaixonei quando fui para o Japão. Eu me apaixonei pela história da empresa, pelas lindas e maravilhosas estampas de mais de 150 anos que eles resgataram do depósito, deram uma leitura contemporânea e pelos produtos com design irresistível.

Imagem do Facebook da Seisuke88.

seisuke-urso

Como o meu conhecimento em costura ainda não me permite fazer bichinhos assim fofinhos, eu procurei na internet alguém que fizesse um tão fofo quanto este. Achei a Rosy e conversei com ela para saber se o urso poderia ser feito com o meu tecido. O resultado foi o urso lindo e perfeito que vocês podem ver abaixo. Além de um acabamento impecável, ela teve a delicadeza de colocar as estampas de modo equilibrado, como por exemplo, nas orelhinhas dele. Se vocês precisarem de alguém com mãos de fada para seu projeto, falem com a Rosy.

Primeiras criações com os carimbos

Bom, agora que tenho os carimbos, já estou familiarizada com tintas e técnicas de gravura das aulas de xilo e estou aprendendo a costurar, aí vão algumas das minhas criações inspiradas nas combinações que fiz aqui. Cestas de tecido

Agora estava começando a faltar uma etiquetinha para colocar em tudo que vou costurar e naturalmente lá está a Araucária e o pinhão, assim quando vocês verem este duo por aí saberão de onde vieram.

No Japão consegui decifrar muita coisa pelos desenhos que tinham nas embalagens, nas placas, etc, além de ajudarem eles eram muito fofos. Uma das coisa que coloquei na mood board que fiz do Japão era uma espécie de toalhinha que eu comprei porque achei genial a ideia e a maneira como eles  descreveram o uso dela com desenhos, então, nada mais natural que ela tenha me inspirado a fazer a etiqueta que eu achava que estava faltando para as minhas cestinhas.

Quando dei de presente uma cesta para a casa da minha prima, o namorado dela seguiu a sugestão número 5 da minha etiqueta "Você decide! Agora ela é sua." e usou ela como touca.

Ilustração, feita à partir de uma foto tirada por mim, em técnica mista, nanquim, canetinha e colagem sobre papel vegetal.

cesto-touca

 

SacolECO   I <3 Curitiba.

 

SacolECO flor de pinhão.

sacoleco-flor-pinhão

Gostei bastante de carimbar na lona que fiz as cestas e no algodão cru das sacolas, o resultado me agradou.

Dica, quando for carimbar coloque a tinta de tecido numa esponja, eu usei esponjas velhas de louça, fica mais fácil de controlar e espalhar a tinta no carimbo.

MOOC - Solução Criativa de Problemas

Já tinha começado o ateliê de xilo e em paralelo queria fazer um MOOC. O escolhido foi Solução Criativa de Problemas da Universidade de Minesota no site Coursera. O curso foca na habilidade de achar várias alternativas para solucionar um problema através de múltiplas atividades. Dentre estas atividades, tinham tarefas onde o principal objetivo era fazer você sair da sua zona de conforto como, por exemplo, falar com alguém que você normalmente nunca falaria. Assim como no MOOC Criação de Artefatos na Sociedade, eu decidi postar todas as tarefas neste blog.

Uma das tarefas que mais influenciaram minha vida no mundo do design de superfície foi a "Something your other does #", que era fazer algo que uma pessoa próxima a você, pai, mãe, irmão, filho,etc, faz sempre e que você nunca faz. Eu escolhi aprender a costurar com a minha mãe o que além de estimular minha criatividade nos proporcionou momentos preciosos juntas. Como ela sempre diz tão sabiamente : "Aprenda comigo enquanto sou viva".

Fazendo o porta garrafas

cerantola4a

cerantola4b

cerantola4c

cerantola4d

 

Primeiro tecido de pinhão

Agora que o meu pinhão já declarou seu amor por Curitiba ele vai virar estampa de tecido. Este foi o rapport pinhas feito no Photoshop. Para copiar o pinhão ao redor de um círculo eu segui este tutorial Illustrator no Metapix.

modulo-pinhao

 

Mandei fazer o tecido, foto abaixo, no site Panólatras mas quando recebi percebi que quase não dava para ver a linha branca no meio de cada pinhão, ela era muito fina. Fazendo e aprendendo, este é meu lema, da próxima vez eu aumento ela.

tecido-pinhao

 

Decidi fazer lenços com ele, um para mim é lógico e os outros para dar de presente, um deles até foi para o Japão. A primeira de muitas viagens que fará meu pinhão!

Abaixo ilustrações feitas à partir de fotos minhas em técnica mista, nanquim, aquarela e colagem sobre Canson Montval Aquarelle.

lenco-pinhao-1

lenco-pinhao-2

 

Estampa manual navy

Este projeto lançado no curso teve como tema o navy e o objetivo era criar somente a estampa. O navy foi introduzido no mundo da moda pela Coco Chanel. Ela se inspirou na camiseta marinière usada pelos marinheiros franceses no começo e depois adotadas pelos pescadores e negociantes de peixes na região norte da França.

Quando comecei a pensar na minha estampa navy quis agregar a ela algo bem típico do nosso Brasil e a primeira coisa que me veio na cabeça foi a jangada e ela não vem só na minha cabeça quando se trata de inspiração. Aqui já que estamos falando da França, de jangada e de inspiração, não posso deixar de mencionar um dos livros do Jules Verne cujo nome é A Jangada 800 léguas pelo rio Amazonas ele é a prova que uma jangada inspira e leva a muitas aventuras. Espero que as minhas jangadinhas aí embaixo se aventurem por muitos caminhos!

Este é o módulo que criei.

modulo-navy

As aventuras delas vão começar aqui pois como não consegui ficar sem criar algo com esta estampa, mandei fazer uma ecobag sacolaECO com a Talita da La Zorayde. Além das criações dela, a Talita também torna seus projetos realidade. Mais tarde fiz eu mesma o porta garrafa que vi pela primeira vez no Japão. A técnica utilizada na estampa foi pintura com caneta para tecido. No porta garrafa eu quis adicionar um elemento manual que sempre achei lindo, o bordado. Como nunca bordei, escolhi um ponto simples, o ponto haste, para fazer as linhas vermelhas. Demorei um tempão pra fazer mas eu adorei o resultado.

sacoleco-porta-garrafa-navy

Detalhe do bordado em ponto haste.

porta-garrafa-navy